14 Passos Para Resgatar Seu Relacionamento Afetivo

Baseado em 0 avaliações
  • 01 Hora de duração
  • 1 Aulas
  • 1 Módulos
Acesso Gratuito
Acessar Dê um passo adiante em sua carreira!

"A Excelência do Autoconhecimento no Desenvolvimento Humano"
Academia do Autoconhecimento - Ricardo Dih Ribeiro

VAMOS CONHECER OS PASSOS PARA UM RELACIONAMENTO MELHOR

PASSO 1 :: Identifique e reflita primeiro no que deu errado.  

Tire algum tempo para fazer uma caminhada ou escrever em seu diário e pensar sobre o que deu errado no seu relacionamento. Antes de começar a falar sobre isso com seu parceiro(a), você precisa ter tempo para realmente pensar sobre a extensão de seu relacionamento, como as coisas mudaram, e o que colocou toda a relação em perigo.

Procure identificar todas as razões possíveis, pode até mesmo ser que não seja fácil identificar uma razão exata.

Aqui vão algumas dicas para pesquisar, vamos as possibilidades:

  1. Você ou seu ente querido foi infiel e isso mudou a dinâmica do relacionamento.
  2. O seu namorado ficou tão deprimido depois que perdeu o emprego que ele não consegue expressar o carinho que você tanto precisa.
  3. Talvez seja uma série de razões pelas quais as coisas não estão dando certo.
  4. Talvez um monte de pequenas coisas que podem começar a somar-se.
  5. Ele esteja passando muito tempo com seus amigos.
  6. Talvez um não esteja dando espaço para o outro.
  7. Vocês dois estão estressados com as atividades profissionais
  8. Você esteja crescendo e isso esteja gerando incompatibilidade.
  9. Talvez vocês estejam juntos há tanto tempo e tornaram-se pessoas diferentes com andar do relacionamento.
  10. Poderia ser ainda uma falta de afeto ou paixão.
  11. Talvez você e seu parceiro apenas não estejam mais tão animados um com o outro.

Uma boa reflexão com calma nos fatos que se sucederam ao longo do relacionamento, irá ajudar a identificar o caminho das possíveis causas, é um trabalho cuidadoso de observação da sua própria história, onde você dever ser o mais sincero possível para que haja transparência no próximo passo.


 

PASSO 2 :: Tenha uma conversa honesta com seu parceiro.  

Depois de ter refletido, é hora de sentar-se com o seu parceiro(a) para discutir o rumo de seu relacionamento. É provável que o problema já exista há um bom tempo, então nenhum dos dois deve ser jogado contra a parede e ser acusado de nada, principalmente pela razão de possuírem um objetivo em resolver a situação e não em criar outros problemas. Em qualquer das situações, você deve encontrar o local e uma hora certa para discutir sobre essa relação.  

Comece dando a oportunidade da outra pessoa se explicar. Deixe que diga o que pensa, o que deu errado ou está errado. Não entre em discussão, somente ouça. Somente depois de ouvir é eu deverá argumentar o que você concorda ou não, e dê sua versão da história.  Lembrando que quando um falar o outro deve estar ouvindo atentamente e esperar a sua hora de falar. Agindo assim as emoções serão mantidas em maior harmonia interna, e que cada cuidará melhor de si e do outro.

Seja bem metódico. Mas se prepare, e prepare o outro, pois vai doer falar sobre todas as coisas que deram errado, lembre e faça seu parceiro lembrar que o objetivo é encontrar um caminho positivo para a relação.

Essa atitude irá fazer com que cada um possa amadurecer seus pontos de vista, e compreender melhor o ponto de vista do outro.


PASSO 3 :: Decida se vale a pena consertar o relacionamento.  

Muitos relacionamentos terminam por uma boa razão, e é hora de você decidir se você quer mesmo resolver o relacionamento antes de seguir em frente. Talvez você realmente ame e se preocupe com o outro e quer que as coisas melhorem. Ou talvez chegue à conclusão que não é mais possível continuar.  

Se a infidelidade for a causa real, falar se a outra pessoa pode realmente superar isso ou não. Embora muitas pessoas possam perdoar uma pulada de cerca, outros podem ficar com esta frustração não resolvida para sempre.  

Decida se você vê um futuro um com o outro. Como você se vê no futuro, e como seu parceiro(a) se encaixa nele?  Se você não consegue se ver com seu parceiro(a) a longo prazo, então talvez seja a hora de você focar mesmo em você e depois voltar ao passo 2. Mas se você se vê com o parceiro, construa um caminho, um plano para consertar o que está errado e evitar novos erros.

Veja se você pode trabalhar isso através de uma circunstância externa. Talvez você esteja infeliz porque um de vocês está se recuperando de uma morte na família, ou a perda de um emprego, ou está infeliz vivendo num lugar que ambos não gostem. Veja se isso não está sendo uma grande armadilha contra seu relacionamento ou se você pode trabalhar isso para que melhorem.  Lembre-se as dores internas e outros situações problemáticas, ofuscam a realidade do sentimentos que temos pelo parceiro.

Veja se vocês dois realmente amam e cuidam um do outro. Se você ainda tem amor e carinho e quer fazer as coisas funcionarem, então é hora de começar a fazer um plano.  


PASSO 4 :: Estabeleça um plano para trabalharem juntos.  

O importante é que este é um processo de duas pessoas, e que você e a outra pessoa estejam empenhados em fazer dar certo a relação. Uma vez que você decida e deseja salvar seu relacionamento, é preciso começar a fazer um plano para avançar. Não precisa ser um gênio para ver que da forma como as coisas estão ocorrendo não está funcionando, por isso é hora de encontrar uma nova maneira de fazer seu relacionamento prosperar.

Decida se deseja ou não fazer uma terapia de casal com um profissional. É uma ótima maneira de ter uma perspectiva objetiva sobre como fazer as coisas corretamente.

Decida como você vai começar a resolver, e qual é o centro problemático do relacionamento.

Arranje tempo para trabalhar o relacionamento. Ligue-se no “Canal Casal" nos horários determinados e certifique-se de manter a sua rotina.

 

PASSO 5 :: Aprenda a abrir-se novamente.  

Muitos relacionamentos fracassam porque os casais simplesmente param de compartilhar seus pensamentos e os detalhes de seu dia a dia com o outro. Um dia você pode decidir não contar a seu cônjuge ou namorado (a) sobre algo que deu errado no trabalho, e consequentemente, você sentirá como se não tivesse mais nada para compartilhar.  

Seja honesto. Aprenda a compartilhar seus medos, ansiedades e inseguranças com o seu amado novamente. Mas não se esqueça de compartilhar as coisas positivas em sua vida também. Se você está realmente animado sobre um novo passo na carreira ou uma nova amizade, não ficar quieto.

Compartilhe até mesmo os pequenos detalhes do seu dia. Lentamente deixará seu amado de volta, falando sobre o que você fez até aquele dia, como foi sua semana de trabalho, ou o que está acontecendo com seus amigos.  

Arranje tempo para ir se abrindo. Você deve ter tempo para abrir-se a cada dia, seja durante o jantar, antes de dormir, ou mesmo durante uma longa caminhada no meio do dia. Esse comportamento gerará uma cumplicidade e uma empatia em que poderão compreender-se melhor a cada dia.


PASSO 6 :: Trabalhar o comprometimento.  

Muitos relacionamentos falham porque ambos sentem que é melhor estar certo do que ser feliz. Mas se você quiser salvar o seu relacionamento, você tem que trabalhar a forma de chegar a um terreno comum com o seu companheiro e discutir grandes decisões de uma forma que leve em conta o respeito, as individualidades e personalidade de cada um.  

Tome grandes decisões em conjunto. Se você quiser fazer as coisas funcionarem, não tome uma grande decisão sem levar em conta o parceiro.

Tenha uma discussão racional antes de qualquer grande decisão. Sente-se e discuta o seu ponto de vista, mesmo se existir uma lista enorme de razões para chegar a uma conclusão e tomar uma decisão. Aprenda a equilibrar seus desejos, e encontrar maneiras de se tornar uma pessoa feliz.  

Certifique-se de que ambos entendem a importância do compromisso que está sendo assumido. Não seja a pessoa que sempre dá, e não seja a pessoa que sempre só recebe.  


PASSO 7 :: Parem de brigar  

Muitos relacionamentos se desfazem porque os casais passam a maior do tempo que ficam juntos discutindo. Até mesmo a escova de dentes colocada no local errado é motivo de desavença, sendo que esse tempo poderia estar sendo dedicado ao outro. Se você quer que as coisas funcionem, você tem que aprender a parar de brigar por motivos menores. Gritar e levantar a voz a voz  normalmente só gera como resultado a irritação do outro.  

Ser mais controlado, educado, gentil tem suas vantagens, acredite!  

Aprenda a falar com calma e devagar. Você será mais capaz de comunicar seus pensamentos se você não se apressar.  

Aprenda a ouvir. Parte da razão porque as pessoas levantam a voz é porque eles sentem que o seu lado da história não está sendo ouvido. Revezem-se falando e expressando suas preocupações em vez de falar de uma só vez.  

Não escolha brigar. Não brigue só porque você está com raiva da pessoa ou de uma outra coisa. Isso só vai piorar as coisas e o relacionamento.  


PASSO 8 :: Não seja passivo-agressivo.  

Se algo está realmente incomodando, então, fale em vez de manter tudo dentro de você. Se você não compartilhar o que está errado, então você só vai piorar as coisas. Fúria, silêncio, e manter a raiva do outro, embora possa ser tentador e mais fácil às vezes, mas não irá tornar as coisas mais fáceis.  

Se você acha que o seu parceiro é passivo-agressivo, pergunte a ele o que há de errado. Mantenha a atenção sobre isso e descubra o que o outro está sentindo.

Não escreva seus sentimentos em uma rede social ou um e-mail, isso também é um comportamento passivo-agressivo e evita que ocorra uma comunicação real.    


PASSO 9 :: Encontre um novo interesse para buscarem juntos.  

Você precisa fazer o seu relacionamento se renovar e ganhar um ar mais fresco. Uma maneira de fazê-lo é encontrar algo completamente novo para que possam fazer em conjunto, e assim sentirem-se que estão caminhando lentamente para fora dessa rotina do relacionamento.  

Tente dar pequenos passos, como encontrar um novo programa de TV para verem juntos. São pequenos momentos de prazer compartilhados que reconstruirá a trilha da satisfação no relacionamento.

Um novo hobby para fazerem juntos com dança, pintura ou alguma atividade de lazer costumam dar resultados fantásticos.

Se vocês são do tipo mais intelectual, comecem seu próprio clube do livro. Leiam um livro novo a cada mês e aproveitem o jantar para discutir sobre o assunto.  

Entrem em forma juntos. Matriculem-se para a academia,  façam caminhadas sozinhos ou juntos para melhorarem a circulação e liberar hormônios ligados ao prazer. De quebra vão bombear mais sangue para  o coração dessa relação.  



PASSO 10 :: Arranje tempo para o romance.  

Ligue o “Modo Night" em seus horários, e certifique-se de que você tenha uma boa aparência, esteja perfumada e se sinta bem antes de sairem juntos. Você deve tentar algo novo a cada semana em suas noitadas, e tenha tempo para abraçar e deixar o outro saber o quanto você é importante para ele. Não importa o quão ocupado você seja, certifique-se de sempre disparar aquela centelha quando a chama está apagando.

Escreva recadinhos doces dizendo ao outro como se sente, pelo menos uma vez por semana. Deixe-os em locais inesperados para animar o dia-a-dia.  

Parte disso significa separar tempo para o romance, significa colocar a paixão de volta para fazer amor.Faça um esforço para fazer sexo com mais frequência, para experimentar coisas novas, e fazer amor porque você realmente quer e não porque está na lista.  


PASSO 11 :: Façam uma viagem.  

Apesar de um período de férias não ser uma boa solução a longo prazo, esta pode ser uma ótima maneira de obter uma nova perspectiva sobre o seu relacionamento, de encontrar a sua paixão em um novo ambiente ou mesmo arejar os pensamentos. Seja a viagem planejada há muito tempo ou apenas uma escapadinha de final de semana para liberarem a mente para coisas novas, viajar sempre vale a pena.  

Conheça um local completamente exótico. Quanto mais fora de suas zonas de conforto, mais vocês confiarão um no outro.  

Se forem tirar umas férias, já vai poder aproveitar o período de planejamento e a ideia de tudo que será possível fazer quando chegarem lá.

 

PASSO 12 :: Tentem algo que gostam de fazer juntos.  

Embora o gosto pessoal possa mudar, você deve separar um tempo para algo que vocês amavam fazer ou gostariam de fazer juntos. Não importa quão tola possa ser a atividade, compartilhar experiências sempre cria laços fortes. Se você adorava cozinhar comida chinesa com ele, tente de novo. Se você treinava para uma meia maratona, mas agora estão se sentindo muito fora de forma, encarem o desafio juntos.  

Mesmo que seja ir ao seu bar favorito, uma vez por semana, para dividir uma cerveja e jogar papo fora. Seja o que for, tente novamente para ver como ele se sente.  


PASSO 13 :: Faça uma viagem pelo túnel do tempo.  

Tire algum tempo para olharem fotos antigas, falem sobre essas memórias, ou até mesmo riam sobre as pessoas malucas que costumavam conhecer. Se você gostava de uma banda e há algum tempo não fala sobre ela, ponha pra rolar suas músicas favoritas. Vocês podem se divertir buscando memórias aleatórias que ambos partilharam.

Vá até uma caixa velha de lembranças e busquem os momentos divertidos que elas trazem.  

Leia e-mails antigos que vocês enviaram um ao outro quando estavam totalmente apaixonados.  

Se vocês estiverem realmente se sentindo em nostalgia, façam uma viagem para o lugar onde vocês se conheceram. Ou visitem alguns dos seus antigos redutos. Isso vai fazer vocês se sentirem com os olhos cheios de lágrimas, lembrando do amor que sentiam um pelo outro.


PASSO 14 :: Comece algo novo.

Caminhar pela estrada da memória, lembrar ou fazer coisas que vocês gostavam pode ajudá-los a se reconectarem. No entanto é importante lembrar que, no final, ainda é passado. Há um trabalho a ser feito na construção de um novo futuro juntos. Visualizem quem desejam ser, tanto individualmente quanto como casal. Trabalhem para a construção de um novo relacionamento que se baseie em coisas antigas que fizeram e corrigindo simultaneamente todas as coisas que falharam.

E façam de tudo para serem felizes. Afinal, esta é a única e verdadeira razão pela qual é válido qualquer esforço.  


FINALIZANDO:  Espero que essa leitura tenha acrescentando uma nova perspectiva e uma nova forma em equilibrar a sua vida. Lembrando que você toda mudança precisa de uma dedicação, empenho e constância para efetivamente consolidarem todas as mudanças; e você ainda poderá fazer um treinamento presencial deste conteúdo, aprimorando-se cada vez mais junto ao seu parceiro.

1 mês Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 1 mês após a matrícula.

A todas as pessoas que estão em crise em seus relacionamentos afetivos, ou num processo de conflitos ou de insatisfações e que buscam compreender-se um pouco mais e compreender o parceiro. Dessa forma criando alternativas saudáveis para efetivamente melhorar essa relação. 

É destinado também para todos os profissionais em psicanálise, professores, psicólogos, pedagogos, psiquiatras, psicopedagogos, enfermeiros, coach, reflexoterapeutas, hipnólogos, enfermeiros, médicos, profissionais de PNL, de recursos humanos, educadores em geral e todas as pessoas que desejam conhecer-se, compreendendo a si mesmo e aos outros e onde também podem contribuir com seus amigos e pacientes.

Academia do Autoconhecimento - Ricardo Dih Ribeiro
""A Excelência do Autoconhecimento no Desenvolvimento Humano""

           

APRESENTAÇÃO

A Academia do Autoconhecimento tem o propósito de contribuir para o crescimento profissional, e psicológico dos indivíduos, propiciando um espaço para o pensar e o desenvolver-se, através da consciência de si mesmo e da sua verdadeira essência.

 

 NOSSO OBJETIVO 

"Desenvolvemos uma análise comportamental e terapêutica profunda aplicada há um programa implantação através de diversas técnicas como Mentoria, Consultoria, Análise Comportamental, Coaching, Life Coaching, Cursos Modulares, Treinamentos Específicos, Palestras, Formações Especializadas, Vivências e Imersões, Psicoterapia, Abordagem Terapêutica individual ou em grupo, liberando todo potencial para que o indivíduo possa aprender com suas próprias percepções, num processo de ação contínua."

 

 NOSSOS SERVIÇOS

Desenvolver, Revelar e Despertar os potenciais inatos do ser humano. 

  • Palestras
  • Mentoria
  • Consultoria
  • Atendimentos Terapêuticos
  • Cursos Modulares
  • Treinamentos Específicos
  • Vivências – Imersões
  • Formações Especializadas
  • Psicoterapia
  • Abordagem Terapêutica Individual
  • Abordagem Terapêutica Grupo
  • Coaching
  • Life Coaching
  • Análise  Perfil Comportamental
  • Proposta Ação Contínua
  • Workshop
  • Formação em Psicanálise
  • Formação em Terapia Transpessoal Sistêmica


Ricardo Dih Ribeiro

Professor e Mestre da Casa da Psicanálise.

Psicanalista Clínico com especializações em Psicanálise, Estados Alterados de Consciência.

Especialista em Business and Executive Coaching, Self & Professional Life Coaching e Analista Comportamental.

Graduado Lídership Coach pela Escola Paulista de Coaching.

Graduado em Programação Neuro Linguística.

Graduado em Hipnose.

Formado em Reflexologia, Florais, Alinhamento Energético e Terapias Complementares.

Formado em Técnicas Projetivas Trainer da Escola Paulista de Coaching credenciado pelo IBCI - International Business Coaching Institute.


Atua desde 1999 em atividades focadas no comportamento e relacionamento interpessoal com pessoas, grupos corporativos e comunidades. Atende em sua clínica, ministra aulas em psicanálise entre outros cursos de formações profissionais, supervisiona casos clínicos, coordena grupos de estudos, realizando vivências e treinamentos de autoconhecimento e   auto-encontro.

Conteúdo Programático

Você deverá entrar na opção de Aula - BAIXAR O E-BOOK
  • 1. AGORA VOCÊ IRÁ BAIXAR SEU E-BOOK - GRÁTIS

Cursos Relacionados

Conheça outros cursos que oferecemos para complementar seus estudos.

Voltar ao topo